Quais são os desafios para se ter um bom controle de estoque

Quais são os desafios para se ter um bom controle de estoque

Criar a cultura, o costume do Inventário Rotativo em sua loja. O primeiro grande passo para ter sucesso nesta empreitada no Controle de Estoque, e desenvolver a cultura desta boa prática! E junto a isso, principalmente, ter uma boa equipe que compre a ideia desse controle rotativo, começando pelo gerente da loja ao repositor. Ter um bom registro de todo o fluxo de mercadorias. O segundo grande passo para alcançar uma boa gestão de estoque é controlar bem todas as operações realizadas de mercadorias. Isso envolve registrar as entradas, saídas, movimentações dentro do estoque, trocas e devoluções. Não dá para continuar transferindo mercadorias sem a emissão das Notas Fiscais. É importante separar bem cada uma dessas situações para evitar que aconteçam os chamados “furos”, além de permitir um acompanhamento mais preciso dos resultados.
 
Investir em tecnologia!
Sabemos que o volume de informações geradas diariamente na gestão de estoque no varejo é muito grande. Com isso, é impossível gerenciar todas as informações relevantes de forma eficaz sem o uso da tecnologia. Um bom investimento em um ERP (Sistema de Retaguarda) permite automatizar as atividades, trazendo agilidade, aumentando o controle sobre as informações, tornando a produtividade maior e, ainda, auxiliando na redução de custos.
 
BENEFÍCIOS DO CONTROLE
Finalizando, somente com essas simples dicas, é possível otimizar a gestão de estoque no varejo e perceber os benefícios já em curto prazo, uma vez que as mudanças promovidas tornam os processos mais eficientes. Logicamente, existem outras medidas que podem ser
adotadas, caso o gestor enxergue a necessidade, de acordo com seu modelo do seu Supermercado. Resumindo, a realidade do dia a dia do varejo mostra que, antes mesmo de começar as vendas, ter um bom controle de estoque de um supermercado é o primeiro sinal de sucesso e de lucratividade dos negócios. Espero poder ter contribuído com esta reflexão. 
Bons negócios,
Alcir Guimarães.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *