A importância do Compliance – Focus Contabilidade

A importância do Compliance

A evidência de fraudes ocorridas em empresas importantes do mercado de ações norte-americano produziram discussões sobre procedimentos de controle e de divulgação de informações contábeis. Empresas como a Enron e WorldCom maquiavam os balancetes, enxugavam os prejuízos e inflavam os lucros, inclusive em conluio com empresas de auditoria externa como Artur Andersen, que encobriam essas informações em seus pareceres.
 
O congresso norte-americano reagiu às evidências dessas fraudes contábeis, e o chefe do Poder Executivo sancionou, em 30 de julho de 2002, a Lei Sarbanes-Oxley (SOx), com o objetivo de criar mecanismos de gestão mais consistentes e transparentes, retomando a confiança dos investidores do mercado de capitais.
 
No Brasil, debates também surgiram sobre transparência, formato das informações divulgadas pelas empresas no mercado, e sobre a ética e a boa-fé exigida de administradores, contadores e auditores. Desde então, o compliance vem ganhando projeção significativa com criação de novas leis e novas práticas internas nas empresas.
 
A origem da palavra compliance vem do verbo to comply, que em inglês significa cumprir. Conceitualmente, compliance pode ser definido como uma série de medidas internas a serem adotadas para prevenir ou minimizar os impactos
dos riscos de violação às leis que disciplinam a sua atividade, bem como prevenir ou minimizar os impactos dos riscos inerentes aos processos operacionais de cada área da empresa. Caso esses riscos sejam identificados, um programa de compliance promove a capacidade de corrigi-los, reforçando o compromisso com a missão, a visão e os valores da empresa.
 
A adoção desses procedimentos na Focus tem como efeito dotar de eficácia seu programa de integridade, o que diante do cenário regulatório atual apresenta inúmeras vantagens. A primeira seria dotar a empresa de um mecanismo de gestão e controle aumentando a sua eficiência. A segunda seria assegurar padrões éticos de conduta corporativa no atendimento de excelência aos seus clientes. Finalmente, a terceira e última seria dotar a empresa de mecanismos adequa- dos para evitar os impactos dos riscos inerentes aos seus processos operacionais.
Desde o início de agosto, a Focus vem aprimorando seu programa interno de compliance, com a revisão de todas as suas atividades e de todos os seus padrões documentais de execução (polícias, procedimentos e manuais), com o objetivo final de garantir e monitorar de forma sistemática e eficaz a mitigação de todos os riscos identificados, para cada vez mais alcançarmos a excelência e satisfação dos nos- sos clientes.
 
Ana Paula de Farias – Compliance/Auditoria Interna