Supremo Tribunal Federal mantém a possibilidade de redução de salários e suspensão de contrato por acordo individual em decorrência da pandemia – Focus Contabilidade

Supremo Tribunal Federal mantém a possibilidade de redução de salários e suspensão de contrato por acordo individual em decorrência da pandemia

Supremo Tribunal Federal mantém a possibilidade de redução de salários e suspensão de contrato por acordo individual em decorrência da pandemia

Em julgamento por videoconferência concluído na sessão extraordinária na sexta-feira (17-4), o Plenário negou referendo à liminar concedida no início do mês pelo ministro Ricardo Lewandowski e afastou a necessidade de aval dos sindicatos para o fechamento de tais acordos.
O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a eficácia da regra da Medida Provisória (MP) 936/2020 que autoriza a redução da jornada de trabalho e do salário ou a suspensão temporária do contrato de trabalho por meio de acordos individuais em razão da pandemia do novo coronavírus, independentemente da anuência dos sindicatos da categoria.
Em razão do momento excepcional, a previsão de acordo individual é razoável, pois garante uma renda mínima ao trabalhador e preserva o vínculo de emprego ao fim da crise. A exigência de atuação do sindicato, abrindo negociação coletiva ou não se manifestando no prazo legal, geraria insegurança jurídica e aumentaria o risco de desemprego. O ministro Alexandre de Moraes destacou ainda a proteção ao trabalhador que firmar acordo. De acordo com a MP, além da garantia do retorno ao salário normal após 90 dias, ele terá estabilidade por mais 90 dias.

Fonte : STF