eSocial Focus – Focus Contabilidade

eSocial Focus

eSocial Focus

Depois de muito falar, o eSocial (Sped voltando para movimentação dos funcionários e encargos trabalhistas) virou realidade para maioria das empresas brasileiras e Minimercados e Supermercados, e vem ocasionando uma revolução nas áreas trabalhistas e de recursos humanos das empresas. No dia 16 de julho, teve início a segunda etapa de implantação do eSocial, em que são alcançadas as empresas privadas do País com faturamento anual de até R$ 78 milhões.

Em novembro, será a vez das micro, pequenas empresas e Microempreendedores Individuais (MEIs) se tornarem obrigados. Esses grupos conseguiram o benefício de uma prorrogação. No entanto, se assim desejarem, podem optar por iniciar em julho e para tanto, deverão seguir o mesmo calendário de adequação do novo grupo.

Nos supermercados, o eSocial já tem várias experiências, segundo o último dado oficial do governo, em 21 de agosto, o eSocial já tinha registrado a adesão de um milhão de empresas ao sistema. Contudo, a adesão não vem sendo simples para os responsáveis pelas áreas trabalhistas das empresas.

“Acredito que assim como foi difícil a adaptação para NF-e, Speds Fiscal (ICMS) e Contribuições (Pis/Cofins), a mudança para o eSocial requererá uma mudança de mentalidade, pois é um projeto complexo, e trata direto na falta de cultura de querer fazer as coisas de forma correta na parte de Departamento Pessoal, ainda mais se tratando do nosso mundo, Supermercados! Mas no final, gerará frutos positivos dessa organização, e como Focus, aproveitaremos isso para levar ainda mais tecnologia, informação Gerencial e visão ampla das operações do supermercado.” Afirma Alcir Guimarães, Fundador da Focus Contabilidade de Supermercados.

Quem já vem utilizando a plataforma realmente teve dificuldades, em um primeiro momento acreditava-se que o sistema seria um ponto crítico para a implementação. De fato, o ambiente digital apresentou falhas, mas o verdadeiro impacto ficou por conta da imposição de um novo fluxo e ritmo de trabalho.

O eSocial mudou muitos processos dos profissionais que atuam em áreas como departamento pessoal e recursos humanos, criando atividades relacionadas à adequação do sistema de processamento eletrônico de dados, coleta de dados, formalização de processos e padronização de rotinas.

“Trabalhos que eram muito manuais, que gerava-se um envolvimento manual muito grande, e dificultava a agilidade da operação como desejamos para o Supermercados, tenderá a serem mais ágeis, o que será ótimo! E forçará com que os profissionais se qualifiquem cada vez mais", finaliza Alcir Guimarães.

Fonte: Jornal do Comércio - RS.
Adaptação: Focus Contabilidade de Supermercados, Viviane Soriano, Gestora de Departamento Pessoal.