Informe de Rendimentos – Imposto de Renda – Focus Contabilidade

Informe de Rendimentos – Imposto de Renda

Informe de Rendimentos - Imposto de Renda

O que é o INFORME DE RENDIMENTOS e como adquiro tal documento?
É um documento com informações sobre ganhos financeiros de uma pessoa física durante um período, geralmente de um ano. Pode exibir, por exemplo, a renda líquida de aplicações financeiras, salários, pensões, entre outras categorias de ganhos, é um tributo cobrado todo ano pelo governo sobre os ganhos de pessoas físicas e pessoas jurídicas (empresas). O documento deve ser fornecido pela empresa aos empregados no início do mês de março de cada ano, data em que normalmente inicia a liberação para a declaração.
Qual o prazo para declaração?
Essa declaração tem que ser feita todo começo de ano, entre os meses de março e abril, neste ano o prazo estipulado foi de: 07/03/2022 a 31/05/2022 (de acordo com a prorrogação da INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 2.077, DE 4 DE ABRIL DE 2022).
Como saber se tenho que fazer a declaração?
Todo cidadão que teve o ganho tributável (todos os valores que sofrem incidência do Imposto de renda) igual ou superior a R$ 28.559,70 deve realizar a declaração. Em caso de rendimentos não tributáveis se a soma desses valores for acima de R$ 40 mil, o envio da declaração é obrigatório. Caso o informe de rendimentos entregue pela empresa não tenha atingido o teto acima, mas você tenha ganhos tributáveis como (aposentadoria, rendimentos de aluguel ou investimentos, direitos autorais entre outros) deve ser somar ao valor do informe entregue e dessa forma ao atingir o teto fazer declaração.
Onde localizo o valor para declaração?
No seu informe entregue pela empresa e no campo abaixo:

1. Total dos rendimentos (inclusive férias) 33.337,20

Quais os gastos posso deduzir do imposto de renda?
São exemplos, despesas médicas (sem limites), filhos ou pais (dependentes, no valor máximo de R$ 2.275,08 por dependente, em 2021), educação (escola e faculdade, no valor máximo de R$ 3.561,50 por dependente, em 2021), contribuição à Previdência Social (sem limites) entre outros.
Caso tenha obrigatoriedade de declaração, fique atento ao prazo, pois quem não enviar a declaração até o fim do prazo legal, recebe multa pela falta ou pelo atraso na entrega e enquanto não enviar a declaração, você pode ficar com seu CPF na situação "pendente de regularização".
Para maiores informações: https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/meu-imposto-de-renda